Itacaré é a primeira cidade na Bahia a aprovar a “Lei do Canudinho”

A Câmara de Vereadores de Itacaré, aprovou em duas votações, o Projeto de Lei nº 033/2018 “Canudinho” de autoria do vereador Hamilton Soares Garriço, popular Guri (PRB). Na sessão ordinária desta terça-feira, dia 23, os vereadores votaram favoráveis ao projeto, que teve análise favorável das Comissões de Legislação, Justiça e Redação Final e de Obras, Serviços Públicos e Agro-indústria, Comércio e Turismo. O projeto segue para sanção do Executivo Municipal.

Vereador Hamilton Soares Garriço, popular Guri

O projeto visa proibir o uso de canudinho plástico em bares, restaurantes e comércios da cidade autorizados pela prefeitura. O projeto ainda prevê multas para quem descumprir a lei, mas só deverão ser aplicadas após um longo período de conscientização por parte do governo, que deverá estabelecer um prazo. Segundo a regulamentação, os comerciantes deverão se adequar e passar a oferecer canudo de material biodegradável.

Os canudos plásticos, por não serem biodegradáveis, tem uma decomposição lenta, levando até 400 anos para sumir no meio ambiente. Isso é quase 5 gerações da sua família, faz a conta aí de quanta gente nasce e morre em 400 anos?

“Devemos cuidar de nossa Itacaré, para que continuemos sendo abençoados com suas belezas naturais, para isso devemos preserva-las. O canudo plástico atinge em cheio a natureza, inclusive os bueiros de nossa cidade, além de poder prejudicar nossos animais, que podem ingerir esses materiais sem perceberem”, declarou o vereador Guri, que comemora a aprovação do projeto de lei de sua autoria, sendo inclusive, a primeira cidade baiana a ter o projeto de lei aprovado.

Fonte: Câmara Municipal de Itacaré

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *