Prefeitura de Itacaré realiza campanha de cadastramento do Selo Turismo Responsável

O Ministério do Turismo lançou o selo Turismo Responsável, um programa que estabelece boas práticas de higienização para cada segmento do setor. A ação é um incentivo para que os consumidores se sintam seguros ao viajar e frequentar locais que cumpram protocolos específicos para a prevenção da Covid-19, posicionando o Brasil como um destino protegido e responsável. A medida contribui para promover o Brasil, incentivando a retomada da atividade turística e a atração de turistas nacionais e internacionais.

O selo é opcional, mas o Ministério do Turismo acredita que ele poderá ser um importante diferencial para atender o novo perfil de turista que surgirá com essa pandemia, mais atento à questão sanitária e mais exigente em relação a higiene e outros cuidados. Visando estimular e esclarecer dúvidas sobre a importância do Selo Turismo Responsável e obrigatoriedade do Cadastur para ter acesso ao Selo, a Prefeitura de Itacaré, por meio da Secretaria Municipal de Turismo, iniciou uma campanha junto às empresas do setor de turismo de Itacaré para cadastramento e renovação de cadastros.

“O papel do Poder Público neste momento de crise é auxiliar ao máximo o trade turístico e os protocolos de segurança com a aquisição do Selo Nacional nos credenciam junto ao mercado e ao turista como também aderir ao Selo Municipal que será criado para a reabertura seguro do nosso Turismo”, adiantou o prefeito de Itacaré, Antônio de Anízio.

De acordo com a secretário de Turismo, Júlio Oliveira, “a Secretaria de Turismo já vem realizando campanhas para o cadastro das Empresas no CADASTUR e agora pretende intensificar para as Empresas terem acesso ao Selo do Ministério do Turismo, lembrando que conforme deliberação do COMTUR, Itacaré também terá o seu Selo Turismo Seguro. A equipe da Secretaria de Turismo estará orientando e apoiando os empresários para o cadastro das Empresas de Itacaré”, explicou.

De forma a esclarecer dúvidas e orientar sobre o cadastro, a equipe da Secretaria de Turismo de Itacaré estará à disposição, de segunda a sexta, das 9 às 13 horas, pelos telefones: 073 9.9896-6689 – Jarbas Junior (Jarbinhas) ou 073 9. 9836-1238 – Nayane Rossetti.

QUEM PODE ADERIR AO SELO TURISMO RESPONSÁVEL?

• Atender as orientações previstas no protocolo destinado ao segmento em que atua
• Estar com situação regular perante o CADASTUR

CATEGORIAS QUE PODEM ADERIR:

• meios de hospedagem;
• agências de turismo;
• transportadoras turísticas;
• organizadoras de eventos;
• parques temáticos;
• acampamentos turísticos;
• restaurantes, cafeterias, bares e similares;
• centros ou locais destinados a convenções e/ou feiras e a exposições e similares;
• parques temáticos aquáticos e empreendimentos dotados de equipamentos de entretenimento e lazer;
• marinas e empreendimentos de apoio ao turismo náutico ou à pesca desportiva;
• casas de espetáculos e equipamentos de animação turística;
• organizadores, promotores, prestadores de serviço de infraestrutura, locação de equipamentos, montadoras de feiras de negócios, exposições e eventos;
• locação de veículos para turistas;
• prestadores de serviços especializados na realização e promoção das diversas modalidades dos segmentos turísticos, inclusive atrações turísticas e empresas de planejamento;
• guias de turismo;
• cruzeiros (em breve).

COMO ADERIR?

Inscrição on-line e gratuita através do link: http://www.turismo.gov.br/seloresponsavel/

Após a inscrição e confirmação da autodeclaração que atende os pré-requisitos determinadas, o(a) solicitante é encaminhado para uma área do site do selo onde pode realizar o download para impressão.

O SELO E A FISCALIZAÇÃO

O selo deverá ser colado em local de fácil acesso ao cliente e conterá um QR Code. O código permitirá que o turista consulte as medidas adotadas por aquele empreendimento e/ou profissional e possibilitará, inclusive, a realização de denúncias em caso de descumprimento junto ao Ministério do Turismo que, em última instância, poderá revogar o selo.

O Ministério criará um site que reunirá todas as informações referentes ao selo, bem como a íntegra do manual com os protocolos dos 15 segmentos que poderão solicitá-lo. Desta forma, os turistas poderão acessar todos os requisitos necessários para cada uma das atividades turísticas. Em caso de empresas, o selo já se encontra disponível.

OS PROTOCOLOS

Todos os protocolos foram construídos em conjunto com os próprios segmentos, que poderão solicitar o selo, levando em conta protocolos adotados por entidades internacionais e receberão a validação da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), do Ministério da Saúde.

Saiba mais: http://www.turismo.gov.br/seloresponsavel/

Informações: Julio Oliveira

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *